Quando se fala em fé, logo podemos nos referir a influência no bem estar físico e mental que um indivíduo tem em relação ao fenômeno. A espiritualidade pode estar diretamente ligada às pessoas que sofrem menos vulnerabilidade ao estresse, ansiedade e depressão.

Pesquisas apontam que a espiritualidade facilita a conexão com o divino, entendendo e sentindo que existe um ser que cuida e que faz nos sentir mais amparado e seguro para encararmos as dificuldades da vida, assim como, entendermos melhor os grandes mistérios que nos envolve.

Mas, por outro lado, podemos avaliar também, que é necessário refletirmos que embora a fé pode trazer inúmeros benefícios para a grande maioria das pessoas, nossa visão precisa também estar preparada para buscarmos recursos em situações de ordem prática a serem avaliadas. Atribuir a fé a tudo o que ocorre pode ser um tanto arriscado.

Entendo que os benefícios da fé, quando passam a ser radical em demasia, podem anular situações de ordem real. Atribuir a religião a resolução de todas as dificuldades da vida, pode vendar os olhos na busca de soluções, negligenciando os fatos concretos.

Ser radical pode levar a fé a estar a seu favor, ou não! Talvez seja necessário uma reflexão a partir de um entendimento da relação em que a pessoa tem com o Deus. Por exemplo: você entende Deus como um ser punitivo ou misericordioso?

fé

Se for punitivo, você pode levar a sua fé, gerando um sentimento de dor e culpa, logo entende-se que a fé pode não estar a seu favor. Se for misericordioso, a sua fé está envolvida num sentimento de amor e misericórdia. Onde você pode ser uma pessoa meramente mortal, passiva de erros e acertos. Pense nisso!

Um forte abraço e feliz Círio a todos!

About The Author

Envie seu comentário

Seu email não será publicado.