A mulher pós moderna é mensageira do valor do amor, do sentir o toque, do contato carnal, do viver o momento, da comunhão de afetos e segue em busca de um homem romântico, mas com um detalhe, sem exageros. O homem precisa usar da criatividade para equilibrar a dose do romantismo sem perder a postura de “macho alfa”, uma coisa não exclui a outra.

O romântico a moda antiga “do tipo que ainda manda flores” seduz as mulheres, sim. Assim como, aquele que curte um filme a dois em casa e come pipoca ao lado da amada. O macho alfa também seduz e precisa estar presente na relação, porém com muita habilidade. Um abraço com uma pegada sutilmente forte precisa vir  imediatamente com carinho em seguida. Não há mulher que resista.

A mulher pós moderna é simples. A ideia de complexidade e da crítica da mulher de até pouco tempo, se ajustou na simplicidade e no entendimento da mulher de hoje. Se tornaram donas do seu desejo, conhece seu corpo e sabem o que querem e como querem e gostam de dividir com o homem de forma democrática.

A mulher do século XXI valoriza um jantar a dois com um bom vinho e luz de velas, mas valoriza também um bom amante para chamar de seu. Gosta de se sentir protegida e amada.

O homem não precisa ser muito romântico. Muito romantismo desorienta e confunde a mulher e a desencanta. Homem de muita pegada também, pode perder a dose, parecer bruto e assustar a mulher. O valor está no equilíbrio entre o romantismo e a sedução.

Então queridos, conquistar a mulher de hoje exige primeiramente conhecer um pouco dela com habilidade, criatividade, atração, bom humor e desejo, somado a tudo isso ser um bom observador, criativo e acima de tudo, inteligente. A inteligência é essencial no jogo de sedução.

A relação entre uma mulher e um homem precisa de investimento de romance e desejo que se sustentam, nutrida de amor, afeto, equilíbrio e cuidado um com o outro. Estamos na era do não exagero, e sim, da criatividade e simplicidade. O exagero em qualquer ordem, está fadado ao comprometimento negativo das relações.

Um forte abraço à todas as mulheres!

Dirce Hage

 

About The Author

Leave a Reply

Your email address will not be published.