Estamos vivendo um momento social onde a violência urbana está aumentando assustadoramente. Pessoas que são vítimas de assaltos, sequestros relâmpagos, violência sexual, moral e acidentes, que ultrapassam o limite da tolerância física e mental, geram uma carga intensa de estresse por conta do trauma vivido, onde a pessoa, e até mesmo a família fica incapacitada de retornar ao estado psicológico habitual.

Quando se pensa em estrutura emocional, cada um de nós pode ter reações diversas e elabora as experiências de violência de forma diferente. Após o trauma, com o passar do tempo, uns retornam ao seu padrão de funcionamento e outros não.

Fatores como personalidade, história de vida, idade, referências familiares, lugar onde houve o evento e a intensidade, sentimentos que foram provocados, como medo, raiva, pânico, entre outros, contribuem para desenvolver o TEPT- Transtorno de Estresse Pôs Traumático.

O TEPT é um distúrbio da ansiedade que se caracteriza com sintomas físicos, psíquicos e emocionais, em decorrência da pessoa ter sido vítima ou testemunha de atos violentos ou de situações traumáticas que geralmente representaram ameaça à sua vida ou à vida de terceiros.

Ao lembrar do que ocorreu, a pessoa que é vítima, revive o episódio e atualiza o fato como se tivesse sempre presente com a mesma sensação de dor e sofrimento que foi provocado pelo episódio. Essa lembrança, é conhecida como revivescência e traz alterações neurofisiológicas e mentais.

Como nem tudo está perdido, segundo pesquisas, apesar de inúmeras pessoas viverem tais situações, uma parcela bem menor desenvolve o TEPT. Graças a capacidade de superação do ser humano, a pessoa pode voltar a viver o seu presente, e não mais ficar paralisada por uma situação que já pode ter passado, faz o manejo e retorna a seu estado emocional.

Mas, se você conhece alguém ou até mesmo tenha desenvolvido o TEPT, busque ajuda com um psicólogo. A terapia atua exatamente nos pontos que estão mantendo a pessoa em estado de estresse. Ajuda a reconhecer a organização do pensamento e emoções podendo ela mesma a remodelar, aumentando e diminuindo sua intensidade e permitindo a desconstruir e construir novas situações de sua vida. Fique atento!

 

Um forte abraço!

About The Author

Envie seu comentário

Seu email não será publicado.