Na medida que vivemos, fazemos novos planos em relação à nossa vida afetiva, profissional e social. E a maioria das pessoas faz tudo igual diariamente. Embora o homem esteja sempre desejando a mudança, nosso inconsciente nos sabota e é muito frequente cometermos os mesmos erros e até os mesmos acertos, dos nossos pais, avós e bisavós também e, somos reforçados a esta repetição.

 

Nosso inconsciente é poderoso, obediente e determinante. Ele nos favorece mas também nos atrapalha. A autossabotagem é um ciclo. Ouvimos frases prontas, desde que nascemos. Planos são feitos em cima do que não planejamos e que não desejamos.

 

Imagine, não escolhemos nem os nomes que vamos carregar a vida inteira! E muitas vezes nem a religião, padrinhos (no caso de quem é católico), escola (na educação infantil), coleguinhas, enfim, muitas questões envolvem mais os desejos de nossas referências do que de nós mesmos.

 

Tomamos atitudes muitas vezes de forma irracional que são meras repetições de comportamento, ainda que não nos faça bem, e detalhe, não nos damos conta disso. Assumimos padrões de comportamento que nos leva a pensar de forma distorcida. Pensamentos distorcidos levam a sentimentos que nos fazem sofrer. Sintomas de depressão, ansiedade e desesperança são recorrentes na fala de quem se encontra neste ciclo.

 

Então sugiro, que é hora de parar e tentar fazer um exame minucioso em sua saúde mental. Busque um tempo, de preferência sem ninguém a sua volta, use um bloco de notas ou o aplicativo do seu smartphone e faça uma entrevista como você mesmo e escreva. As idéias brotam e se sintonizam, é surpreendente! Não é mágico não, isso se chama psicoeducação. Use seu pensamento e sua imaginação sem segredos com você mesmo. Se necessário, faça terapia com um profissional. Seja ousado!

 

Pode parecer assustador, mas garanto a você que o medo está por conta dos seus pensamentos e crenças. Romper padrões pode parecer difícil, mas afirmo que é a única maneira de se libertar de dores, frustrações e desejos que não são seus. Busque entender e sentir suas próprias dores, frustrações e desejos e trabalhe-os a seu favor. Só você os sabe e os sente. Sintonize com seu mundo interior e rompa com o ciclo da autossabotagem.

 

Um forte abraço!

About The Author

Envie seu comentário

Seu email não será publicado.