O perdão é um mecanismo mental que busca romper com qualquer ressentimento, rancor ou outro sentimento não muito nobre sobre determinada pessoa ou sobre si. Como também, é uma ação do homem de se libertar de uma ofensa, mágoa ou de um sentimento de culpa.

Pouco se fala e se pensa da importância do auto perdão. Seguir a vida com sentimentos de rancor, mágoa e culpa é como levar um fardo nefasto que muitas vezes a pessoa entende que pode ser causado pelo outro e não se dar conta que o sentimento em que está envolvido, pode ser gerado e mantido por ele mesmo.

O peso de um rancor ou mágoa é um prejuízo que se renova na própria vida, nas relações pessoais, sociais e de trabalho que por anos gira como uma roleta russa produzindo conflitos e até gerando doenças de ordem física e mental.

A mágoa e o rancor deixam chagas que pode “carimbar” a alma. Tente praticar o auto perdão a partir das pazes com você mesmo. Se perdoe e se acolha dentro da sua própria dor.

A prática do auto perdão é um desafio que envolve uma integridade e honestidade em se perceber como responsável por si. É um aprendizado que pode ocorrer a qualquer tempo na tentativa entre acerto e erro.

Esperar do outro o perdão impede de seguirmos a vida. Comece agora, se desafie e permita a partir de um pensamento e fale à você: Eu me perdoo! Se prepare para este momento e tente falar sentindo amor no seu coração, pode ser um grande passo. Porém lembre-se, é uma técnica que só se sustenta com a verdade e o desejo genuíno de mudança. Boa sorte!

About The Author

Leave a Reply

Your email address will not be published.