A depressão é uma doença psiquiátrica que incapacita o indivíduo e atinge em torno de 350 milhões de pessoas no mundo. Os quadros variam de sintomas, intensidade e duração e, podem ser classificados em três diferentes graus: leve, moderado e grave. Existem os sintomas clássicos como sentir-se triste e desanimado; interesse e prazer diminuídos para realizar a maioria das atividades; alteração de peso e do sono; agitação ou apatia psicomotora; fadiga ou perda de energia constante; culpa excessiva; dificuldade de concentração; ideias suicidas; baixa autoestima;e, alteração da libido. Mas, existem além dos acima citados, outro sintoma que surge de forma velada e silenciosa que é o sentimento que gera emoções negativas, de ódio, de raiva ou mal humor exacerbado, que se confunde com a “maneira de ser” que pode tatuar a alma da pessoa. A pessoa fica com os sentimentos positivos congelados. São sintomas frequentes, que no início os sinais da enfermidade não são reconhecidos, e pode se tornar uma depressão moderada e crônica que não pode ser desconsiderada e que é possível de ser tratada. Pessoas que padecem com esses sintomas depressivos, processam o sentimento de ódio, raiva ou mal humor de forma diferente de uma pessoa não deprimida. Normalmente é muito resistente à ajuda por parte das outras pessoas. Embora não consiga ter a crítica de que a energia, a motivação e o prazer estejam drasticamente diminuídos. Quando a família e amigos tentam levar a pessoa a olhar para o lado positivo da vida, como ser grato, mudar os pensamentos, minimizar ou tentar argumentar a realidade, é muito difícil ter sucesso, mas sempre vale a tentativa. O sentimentos negativos ficam tão presente, que ninguém parece ser amoroso ou amável. Tudo irrita. O trabalho é chato e insuportável. A motivação fica inexistente. Qualquer atividade exige um esforço absurdo, como se cada movimento fosse uma corrente que traz um peso absurdo. O que anteriormente era desafiador passa a não ter sentido, o que era sentido com tristeza passa a ser sentido como insuportável, o que era motivo de alegria passa a ser sentido com desprazer e uma profunda irritação. A pessoa sente-se fragmentada emocionalmente, e pasmem, muitas vezes, nem percebe. Se sente distante dos outros, como se vivesse emocionalmente isolada. Sente-se incompreendida. Ninguém parece entender ou importar-se, e as pessoas parecem hipócritas. A depressão com sentimentos negativos é na sua essência um total isolamento emocional que conduz ao distanciamento do mundo externo. Pode surgir na infância e adolescência. Se você percebe algum sintoma em uma pessoa querida sua, não hesite e procure ajudá-la, sempre! Não entenda a pessoa como sendo mal humorada, chata ou rabugenta, que só reclama da vida. O tratamento para apresentar bons resultados é medicação para a remissão dos sintomas e psicoterapia para refletir, entender e aprender novos recursos em busca de bons relacionamentos.

aaa

Um forte abraço!

About The Author

Envie seu comentário

Seu email não será publicado.