Horário de refeição é sagrado. A cultura nos legou esse princípio, inegociável, de dispor de até duas horas para o que se bem aprouver, inclusive comer. Para tomar café. Para almoçar. Para jantar. Para lanchar, entre esses. Além de orgânico, quando alimenta o corpo, em sociedade é comida para a alma, visto que à mesa o homem encontrou o habitat para a sua função social. Daí o fato de ser item primeiro na lista de qualquer planejamento de recepção. Indissolúvel, a ponto de regularem as celebrações da vida humana. E justamente nessas sacras horas as pessoas resolvem aniversariar, noivar, casar, debutar, celebrar? Refeições, ao cumprirem finalidades orgânicas diárias estão intimamente relacionadas a várias jornadas. De trabalho, de repouso, de digestão, para citar alguns exemplos. Daí terem caráter coletivo, ocidentalmente, no início da manhã, ao meio do dia, no início da noite, com suas variações de lanches. São nesses momentos de pausa da agenda que os eventos adquirem status de prato principal. Todavia, em que pese os anfitriões oferecerem boa mesa, o calvário que os convidados enfrentam para a liberação do buffet não justifica os horários estabelecidos nos convites. Marcam café da manhã às oito para servir depois das dez, isto quando não marcam às dez para virar brunch, às onze. Almoço ao meio-dia dificilmente leva garfo à boca antes de uma hora e meia de bate-papo. Quando a noite cai, o jantar que estava marcado para as oito adota ares de ceia, sendo servido às onze. Se o negócio é celebrar a mesa, transforme num evento “ao ponto” para todos os gostos. Vai fazer um almoço no seu aniversário? Ideia perfeita para reunir os amigos! Desde que marque as onze. Ah! Desculpe. É jantar? Então marca as sete, calculando que vai servir às oito. Se o intento é servir pontualmente às sete e meia, avise! Senão estará sentado junto à solidão, porque ninguém chega. Uma hora faz toda a diferença nos eventos sociais. Para mais e para menos, tipo percentual de pesquisa de mercado.

About The Author

Envie seu comentário

Seu email não será publicado.